segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

MOSTEIRO MEDIEVAL de PEDROSO


Situado na freguesia de Pedroso, concelho de Vila Nova de Gaia este mosteiro pertenceu à Ordem de São Bento.

Há elementos documentais que referem a sua fundação entre os séc. X e XI baseando-se numa escritura datada do mês de Fevereiro de 1046 que se relaciona com a edificação do mosteiro por ordem de Ederónio Alvitiz e sua esposa.

Momento de grande relevo no historial deste mosteiro tem a ver com o facto de aqui ter vivido Frei Pedro Julião o qual viria a tornar-se no Papa João XXI.

À época da expulsão dos Jesuítas o conjunto Igreja, Mosteiro e Quinta teria sido desmenbrado com a venda da Quinta a privados e destruição do Claustro.

Felizmente manteve-se a Igreja, intocável até aos nossos dias e modernizado o seu interior de modo a poder desempenhar as actividades de culto e o papel de Matriz da freguesia.

Esta Igreja Medieval está declarada de interesse público desde 14 de Maio de 2014.

Seguem as imagens que captamos:















Aqui fica o testemunho da existência de mais um elemento da nossa história medieval que merece destaque. Na nossa opinião a transformação do interior do mosteiro em igreja tradicional descaracterizou-o o que é lamentável mas... neste país...
Esperamos voltar em breve. Fiquem bem.


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Casa-Museu TEIXEIRA LOPES - (06)


Será esta a última edição dedicada ao magnífico museu. E quase sem darmos por isso já chegamos a seis edições.

Foi um trabalho ( se assim se pode chamar ) que, fotográficamente falando, nos deu muito gozo fazer pelo facto de sentirmos que esta Casa-Museu merece, sem a menor dúvida, ser dada à estampa e ser melhor divulgada.

Esta " Casa Museu Teixeira Lopes " tem enormes potencialidades e é constrangedor verificar que só tem movimento e vida quando nela se realizam eventos no seu agradável salão. Haverá que fazer algo para que o público ali se desloque, não pelos eventos, mas sim para apreciar a qualidade das valiosas obras que encerra.

Pela nossa parte esperamos que esta humilde reportagem possa levar a Carta a Garcia a bem da Cidade de Gaia e da memória de António Teixeira Lopes.

Vamos às imagens finais lembrando que devem abri-las para verem em tamanho maior:

Detalhe do monumento à guerra Peninsular

A Viúva (1890 )

Detalhe da escultura " A Viúva "

A Caridade ( 1902 )

Detalhe da escultura " A Caridade "



Flora ( 1904 ) 




A Dor ( 1898 )

A Dor encontra-se em Bronze no Jardim dos sentimentos do Palácio de Cristal

Verdade - Monumento a Eça de Queirós ( 1903 )

Detalhe do monumento " A Verdade " 

Retrato do Artista exposto na Casa-Museu

Sala de acesso ao exterior

E aqui terminamos.

É verdade. Terminamos esta visita a um local que priviligiamos, visitamos regularmente e apoiamos na página dos amigos da Casa-Museu.
Esperamos assim ter contribuído para uma melhor divulgação deste lugar de culto à escultura nacional.
Como sempre fica a promessa de voltarmos logo que possível com novos assuntos.
Até lá. Fiquem bem.




domingo, 5 de novembro de 2017

Casa-Museu TEIXEIRA LOPES - (05)


Damos hoje entrada na Sala de exposições e no Atelier. 

São várias as obras de arte que se encontram expostas e depois do que já foi escrito nas anteriores edições e sem mais delongas passamos de imediato a mostra-vos as imagens que captamos das várias esculturas presentes.
Em algumas obras, que consideramos mais emblemáticas,  colocamos uma pequena legenda com o título e o ano em que foi produzida.

Ei-las:



Raínha Santa Isabel ( 1895 )

Raínha Santa Isabel ( detalhe )

Monumento a Alfredo Keil ( 1928 )


Túmulo a Almeida Garrett ( 1902 ) 


Maqueta do monumento a Camões ( 1905 )


Monumento a La Couture ( 1925 )


Santo Isidoro de Sevilha ( 1889 )


Os Pais de António Teixeira Lopes

Monumento à Guerra Peninsular


Mantendo o mesmo número de imagens das anteriores edições ficamos por aqui hoje. amanhã iniciaremos a semana com uma nova edição e assim nos vamos aproximando do final desta interessante reportagem. Fiquem bem.



sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Casa-Museu TEIXEIRA LOPES - (04)


Nesta quarta edição vamos encaminhar-nos para o atelier do artista não sem antes percorrermos algumas outras salas, onde encontraremos várias e belas peças das colecções de obras decorativas, de mobiliário e de arte Africana.

Visitamos também o edifício anexo onde se encontram as galerias Diogo Macedo das quais vos deixamos aqui uma imagem com a perspectiva de uma das suas salas.

Ao entrar no atelier uma das primeiras obras que podemos avaliar é uma maqueta em gesso e em tamanho reduzido das Portas da Candelária.

Estas portas são uma das obras mais emblemáticas e também premiadas do artista .
A sua dimensão obrigou à construção um atelier com pé direito muito elevado e, depois de  fundidas em bronze, estiveram presentes na exposição de Paris e encontram-se colocadas na Igreja de Nossa Senhora da Candelária, na cidade do Rio de Janeiro, para a qual foram encomendadas.

Seguem as imagens de hoje:








Sala da arte africana

Uma das salas das galerias Diogo Macedo

Maqueta em gesso das Portas da Candelária

Perspectiva do atelier com algumas peças e exposição

Outra perspectiva do atelier

Na próxima edição passaremos a outras salas deste belo museu e iremos detalhar o melhor que pudermos e soubermos as várias e belas  obras, de arte escultórica, que António Teixeira Lopes dos legou. Fiquem bem.